NA 19ª RODADA VENCERAM OS CAPITÃES ALEX DE MOISES E DJALMA PELUDO

A Temporada 2018 da Associação dos Veteranos de Esporte Praiano –AVEP, entidade de “babas de praia” quase centenária em atividade de Ilhéus, chega à sua 19ª rodada da citada modalidade esportiva com – no Campo Grimaldo – a vitória da equipe do Capitão Alex de Moises sobre a do Capitão Alvinho pelo elástico placar de 7 a 0, com dois (2) gols do próprio Alex de Moises, Alan Firula(2), Wendel da Autoescola(2) e Danilo. No ‘baba’ do Campo Martial o time do Capitão Djalma Peludo venceu o do Capitão Paulo Gois do Bradesco por 3 a 1, marcando Paulo Cesar, Bira da Polícia e Pescador para o vencedor e Luciano para o perdedor. Como de praxe, os ‘babas’ acontecem nos dias de domingo pela manhã na praia da Avenida Soares Lopes, bem defronte ao espaço cultural Tenda Teatro Popular de Ilhéus. Os desta rodada aconteceram no dia 21 – domingo de outubro de 2018. Arbitraram os juízes Wilson Salviano (Campo Grimaldo) e Vinicius Vieira Santos com desempenhos, conforme os olheiros de árbitros, aceitáveis pelos partícipes, Ambos pertencentes à Associação de Árbitros de Futebol de Campo de Ilhéus – AAFCI e aplicaram – as infrações se deram no 1ª campo – Cartão Amarelo nos associados Alvinho, Daniel Murta, Ismar Landgol e Paulo Carqueija.

Equipes que atuaram no Campo Grimaldo

(Cap. Alex de Moises): Goleiro Ricardo, Prof. Jorge Reis, Correia do HSBC, Luís Mario Garotinho e Luís Eduardo LE7; Major do Bahia de Itabuna, Erisvan(Larocca entrou aos 5’ da 2ª etapa), Danilo, Alex de Moises, Wendell da Autoescola e Alan Firula

(Cap. Alvinho): Goleiro Rosivaldo, Junior Murta, Alvinho, Passos de Uruçuca e Cesar de Militão(Ralio da Contabilidde entrou aos 35’ da 1ª etapa e em seu lugar entrou Tabosa do Ofertão aos 10’ da 2ª etapa) ; Silva, Zugaib da Ceplac, Daniel Murta, Crispa da Galera do Fla, Paulo Carqueija e Ismar Landgol

Equipes que atuaram no Campo Martial

(Cap. Paulo Gois do Bradesco): Goleiro Rodrigo, Gicelio Ram Ram, Paulo Gois do Bradesco, Heckel Januário(Renatinho dos Leais entrou aos 35’ da 1ª etapa) e Haroldo(Duda Pantera entrou aos 37’ da 1ª etapa); Gilson(Charles Reis entrou no intervalo), Adauto Negocinho, Eliandro Picolé, Luciano, Zé Eduardo e Garrancho 100 Anos de Praia(Geraldo da Ceplac entrou no intervalo).

(Cap. Djalma Peludo): Goleiro Zouro, Robertão, Djalma Peludo, Waldemar da Codeba(Eldon do Ofertão entrou no intervalo), Pescador e Sizinio do Remo(Cesar II entrou no intervalo; Vado do Bradesco, Bira da Polícia, Alexandre, Paulo Cesar e Zezinho da Baixa Fria(Moises entrou aos 17’ da 2ª etapa)

COMENTÁRIOS

Registraram os observadores que no Campo Grimaldo a equipe do Cap. Alex de Moises não enfrentou dificuldades desde o início da 1ª etapa do ‘baba’ para vencer – escore de 7 a 0 – a comandada pelo Cap. Alvinho. Assim, concluíram que os onze vitoriosos que estivem em campo – no caso incluindo os reservas – fizeram uma boa partida, ao contrário dos perdedores, que não foram lá essas coisas.

No Campo Martial anotaram que no 1º tempo a equipe do Cap. Djalma Peludo atacou mais do que a comandada pela Cap, Paulo Gois do Bradesco e que, ao aproveitar a vantagem do vento forte a favor fez dois gols, fundamentais para sua vitória. No segundo, embora a perdedora com o vento desta feita lhe sendo favorável, tenha dominado o jogo, não conseguiu –com o ataque finalizando mal– chegar ao empate, sofrendo num contrataque o terceiro gol, crucial para fechar-lhe o ‘caixão’.

NOTAS

Foram unanimes em afirmar que os capitães que estavam na crista da onda, ou seja, se destacando como os melhores escolhedores de babas, no fim da temporada vêm perdendo a hegemonia. São eles: Paulo Gois do Bradesco e Alvinho. Aliás, sobre o Cap. Alvinho concluíram que com os 7 a 0 desta rodada, é o segundo cacete consecutivo e de goleada que leva. Sobre o Cap. Paulo Gois do Bradesco acharam que não teve preleção, rezas e outras blábláblás –como costuma atuar com os comandados– que salvasse o time dele da derrota, além disso apontaram que o capitão vem se ausentando dos ‘babas’ avepianos, com a alegação que também é associado de uma tal de AVO. Isso, segundo os observadores, é para tentar conseguir permanecer com o título de capitão do ano, mesmo sem competir, ao achar que uma derrota aqui outra acolá não o prejudicará.

Anotaram também, com o pitaco do ex beque defensivo e ‘atacativo’ de Camamu, Everaldo Cabeça de Flande, que o beque-de-aguardo Wandemar da Codeba, marcou direitinho o atacante Renatinho dos Leais. “Ele não andou com Wandemar da Codeba”, falaram.

Não houve fotos dos times em razão da ausência por motivo de força maior, de Marconi Almeida, fotógrafo oficial avepiano e seu diretor de divulgação. O Prof. Jorge Reis, fotógrafo de momentos etílicos e secretário da associação, mais preocupado em jogar o ‘baba’, não esteve nem aí em dar uma mãozinha.

Mais dois neófitos, Luciano e Alexandre II, foram apresentados pela diretoria aos associados que lhe deram as boas-vindas à associação.

BANDA PODRE EM AÇÃO

Como anunciado anteriormente, o promoter Zezinho da Baixa Fria confirma que a Banda Podre, entidade esportiva para jogos aleatórios originada nas entranhas da AVEP, jogará dia 18.11.2018 em Sambaituba contra os veteranos do referido distrito ilheense. O participante contribuirá com 25,00 paus para o custeio de despesas diversas.

Texto do associado Heckel Januário. Fotos das “babas” de Marconi Almeida, fotógrafo oficial e diretor de Divulgação da Avep. O Prof. Jorge Reis é o fotógrafo de momentos etílicos desta entidade e seu Secretário.