WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia


outubro 2018
D S T Q Q S S
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  








DECOLORES: FILARMONICA SANTA CECÍLIA

Desde criança convivi com as notas musicais, vez que morei numa casa onde era a sede da Filarmônica , na Rua Fonte da Cruz, hoje Rua Cristiano Selman, e diariamente havia ensaio , cujos músicos eram operários, a exemplo do meu pai Rozentino Castro, que era funileiro: Maraú, Geraldo e Silvino que eram sapateiro: Si bemol e Nozinho que eram funcionários da Prefeitura: Faninho que era alfaiate, entre outros. A Filarmônica sempre tocava nas principais festas da cidade, principalmente nos festejos do dia dos Padroeiros (São Jorge, N. S. das Vitórias e São Sebastião. O povo aglomerava-se nas Praças São Jorge e D. Eduardo para ouvir aqueles lindos dobrados e marchinhas. Os músicos vestiam garbosamente a sua farda azul marinho, colocavam o quepe, e desfilavam pelas ruas da cidade, onde as pessoas abriam suas janelas e portas para ver a briosa banda Santa Cecília passar. (belos tempos, belos dias…) A Filarmônica tinha sua Diretoria, bienalmente havia eleições, lembro-me de alguns Presidentes da época: José Marinho Conceição (pai de Walter Mônaco Conceição), Álvaro Alves da Silva (Irmão de Georgina Vinhaes), Luiz Alcântara (pai de Chulinha), Henrique Cardoso (ex-Prefeito de Ilhéus) e Henrique Amaral (Irmão de Clotildes Amaral) .

Antes das tocatas, havia um ensaio geral, onde os músicos testavam seus instrumentos para que houvesse uma afinação prefeita de acordo a percepção do maestro. Logo após o ensaio geral os músicos perfilavam-se defronte a residência de cada Presidente para brindá-lo com apresentações de vários dobrados.

Certa vez a Filarmônica foi convidada para apresentar-se na Bahia, quando naquela oportunidade haveria um concurso de Filarmônicas de todo Estado, ocorreu que o navio Camacam da Navegação Bahiana, não chegou a tempo no cais do porto de Ilhéus, provocando assim frustração geral.

Infelizmente, com a chegada da Banda da Policia Militar de Ilhéus, vários músicos da Filarmônica foram convidados a seguir a vida militar, para compor a corporação , e aos poucos a nossa Filarmônica foi deixando de existir. Quero registrar que meu pai fora convidado para fazer parte da Banda da Policia, contudo por amor a Filarmônica Santa Cecília, por ser um dos seus fundadores e por ter idéias “comunistas”, não aceitou tal convite, pois teria de vestir farda militar. Ele morreu como herói operário, pois criou 12 filhos, sendo funileiro.

A Filarmônica Santa Cecília foi fundada em 08 de julho de 1938, seu acervo encontra-se na residência do finado Regino Trindade, ultimo Presidente eleito.

A Filarmônica Santa Cecilia no mês de julho do corrente ano completaria 80 anos de fundação. Como a cidade de Ilhéus é a terra do que já teve fica apenas nossas lembranças e saudades.

Cidades de menor porte tem suas filarmônicas, a exemplo de Itacaré, Itajuipe, Canavieiras, e todas cidades do Recôncavo Bahiano.

Aproveitamos o ensejo para parebenizar ao Coronel José Diogens Camara Alves, por revitalizar a gloriosa Banda de Música da Policia Militar de Ilhéus, conseguindo instrumentos novos e fardamentos para os componentes.

Colaboração de Luiz Castro

Bacharel Administração de Empresa

1 resposta para “DECOLORES: FILARMONICA SANTA CECÍLIA”

Deixe seu comentário





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia