WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia


novembro 2018
D S T Q Q S S
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  






:: 14/nov/2018 . 19:54

WORSHOP REUNIRÁ FERAS DO JORNALISMO ESPORTIVO NO CENTRO DE CONVENÇÕES DE ILHÉUS

Clícia Marinho

Se tem uma coisa que todo brasileiro gosta, é o futebol. Outras modalidades também tem o seu espaço mas, é no futebol que a paixão se manifesta dentro e fora dos campos. É nesse cenário que o jornalismo esportivo, um segmento da comunicação, revela grandes ícones e fonte de inspiração para quem gosta de esporte e para quem gosta de unir os dois,  jornalismo e esporte. E será tema de workshop no sul da Bahia em 26 de janeiro, no Centro de Convenções de Ilhéus.

O 1ºWorkshop de Jornalismo Esportivo do Sul da Bahia reunirá nomes de grandes profissionais da TV e do rádio, profissionais do futebol, englobando a parte técnica, médica e gestora com reconhecimento nacional. O evento foi idealizado pela jornalista e apaixonada por futebol, Monique Ribeiro, e conta com apoio de parceiros locais.

“A ideia do evento é justamente unir jornalismo esportivo e futebol fomentando a ampla resenha esportiva na região, que vai abordar o cotidiano do jornalista esportivo, técnica e tática, gestão, marketing, fisioterapia desportiva e carreira,” disse ela.

workshop tem como público alvo profissionais de comunicação, área médica, estudantes de jornalismo e educação física, profissionais do esporte, comentaristas esportivos e apaixonados por futebol. Na grade da programação, ciclo de palestras e mesa redonda abordando temas como: reportagem esportiva, os desafios do jornalismo esportivo, fisioterapia desportiva, táticas e técnicas do futebol, marketing digital esportivo, gestão do esporte e mercado de trabalho. Já foram confirmadas as participações de Vanessa Riche (Rádio Globo e Fox Sports), Rafaella Oliveira (TV Record Sergipe e Rádio CBN Sergipe), Renan Pinheiro (Rede Bahia – Globo Esporte) e Júlio Brant (Gestor Esportivo).

De acordo com a organizadora, o workshop tem como proposta principal discutir sobre o cenário do futebol moderno. “O jeito de fazer jornalismo esportivo mudou e vimos isso nos últimos mundiais e nas coberturas diárias, assim como, a evolução médica na recuperação dos atletas, as mudanças nas técnicas, táticas e várias transições nos caminhos do futebol que agregam valor na construção de pautas. Falar sobre esse tema, também é pensar em como podemos fomentar esse segmento da comunicação na nossa região”, disse.

Os ingressos para o evento já estão disponíveis no Cadê Ingressos, em Itabuna, e Stand do Carioca, em Ilhéus. Os interessados também podem adquirir ingresso no link disponibilizado nas redes sociais  do evento @workshopesportivoba (Facebook e Instagram) sem juros no cartão de crédito ou por meio de depósito bancário. O primeiro lote está com valor promocional de R$ 60 reais para estudantes e R$ 90 reais para o público em geral.  Para maiores informações, entrar em contato no 73 98168-3527 e 73 98842-9612 ou email workshopesportivoba@gmail.com.

Ilhéus ganhará moderna indústria de chocolates aberta à visitação de turistas

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, visitou as instalações da Indústria de Chocolates da Bahia (ICB), na tarde de terça-feira (13), que será inaugurada no próximo mês de dezembro, no Distrito Industrial do município. A fábrica é uma iniciativa dos empresários Henrique Almeida e Marco Lessa, proprietários das marcas Chocolate de Origem Fazenda Sagarana e CHOR Chocolate de Origem.

Com capacidade de produção de 150 toneladas por ano, e equipada com moderna estrutura totalmente automatizada, a ICB fortalece a expansão do setor de produção de chocolates em Ilhéus e agrega avanços para a economia e turismo. Segundo Henrique Almeida, executivo do Chocolate de Origem Fazenda Sagarana, a ICB é uma marca âncora, criada para processar qualquer chocolate produzido no Sul da Bahia.

Henrique Almeida destaca o valor da iniciativa para o turismo de Ilhéus. Segundo ele, as pessoas poderão visitar a fábrica e conhecer todas as etapas de produção, desde a chegada da amêndoa à execução final do alimento. “Nós, que estamos neste setor há muitos anos, desconhecemos quem tenha um investimento que processe marcas de terceiros, como vamos fazer”, observa o empresário.

O prefeito mostrou-se admirado com o empreendimento e parabenizou os sócios pela iniciativa. “É uma honra visitar a indústria, estou encantado com o que vejo, não deixa nada a desejar para nenhuma fábrica de chocolates do mundo, com esses equipamentos e estrutura de ponta. Isso me deixa muito feliz, Ilhéus só tem a ganhar, está chegando desenvolvimento econômico para a cidade, empregos e renda, sem dúvidas é uma vitória para todos. Marco e Henrique estão de parabéns pelo investimento”, aplaudiu o prefeito, que estava acompanhado pela secretária municipal de educação Eliane Oliveira e assessores do governo. :: LEIA MAIS »

ILHÉUS: PREFEITURA ANUNCIA INSTALAÇÃO DE NOVOS ABRIGOS DE PASSAGEIROS

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito, vai iniciar este ano, no bairro do Malhado, a instalação de 14 novos abrigos para passageiros de ônibus. Segundo a prefeitura, nesta primeira etapa, serão beneficiadas as Avenidas Litorânea Norte e Antonio Carlos Magalhães, situadas na zona norte da cidade. Alguns abrigos serão colocados em substituição a antigos pontos de ônibus por novos locais que têm grande circulação de usuários do transporte coletivo urbano e interdistrital.

O secretário de Infraestrutura, Transporte e Trânsito, Átila Dócio, disse que os novos abrigos para embarque e desembarque de passageiros de ônibus serão erguidos em concreto, com cobertura de telhas de alumínio e colocação de pintura eletrostática, que têm o objetivo de reduzir a agressividade provocada pelo salitre. O custo total está orçado em cerca de sete mil reais.

Zona Sul – Átila Dócio acrescentou ainda que após a conclusão destes serviços na zona norte de Ilhéus, a próxima etapa dos trabalhos prevê a instalação de novos abrigos para passageiros de ônibus na orla sul e também no Bairro do Pontal.

DO IPOLITICA

TRANSPORTE PÚBLICO MODERNO EM ILHÉUS.

Gustavo Kruschewsky

Ilhéus necessita de mobilidade urbana com transporte público MODERNO e atual merecedor da “pessoa humana, conforme fundamenta a Constituição Federativa do Brasil. O Município é imenso, em torno de 1.500 km2. Perto de 500 anos de idade e quase nada fora pensado em relação ao sistema de transporte de massa confortável nesses anos todos.

A cidade tem uma população numerosa e surge a cada dia um fenômeno constante do aumento da população flutuante. Carros e ou motos principalmente, uma vez por outra, causam choques com pedestres que os tem levados à óbitos. É público e notório que os usuários do transporte público local amargam os longos trajetos, muitas das vezes em pé e com grandes engarrafamentos dos veículos.

Já vem de muitos anos que o transporte de ônibus local não oferece boas condições aos passageiros, notadamente também pelo preço da passagem que além de ter um custo caro é unificado. Não importa a distância do destino todos pagam o mesmo valor, além de oferecer poucas linhas para uma multidão de usuários, muitos destes se deslocam em vários quilômetros entre bairros, centro da cidade, vilas e distritos, sofrendo também com estradas esburacadas que mexem com o sistema nervoso tanto dos passageiros, quanto dos motoristas e cobradores, tirando a alegria de todos que participam do trajeto.

Com isso, muitos passageiros chegam aos seus destinos já estressados e atrasados. Acresce que os motoristas de ônibus públicos urbanos, por permissão do “Poder” Público Municipal, pasmem, conduzem passageiros em pé. Ora, a Prefeitura (Poder executivo) é quem autoriza se pode ou não viajar em pé nos ônibus locais indo na esteira do art. 105 do Código de Trânsito Brasileiro o qual prevê os equipamentos obrigatórios dos veículos a serem estabelecidos pelo CONTRAN, e excetua no inciso I do referido artigo que “os veículos destinados ao transporte de passageiros em percursos em que seja permitido viajar em pé. Vindo o artigo 2º, IV, ‘C’, da Resolução do Contran nº 14/98) complementar aquele dispositivo, porém não autoriza passageiro transitar em pé em veículos automotores e nem excetua para passageiros de ônibus.

O inciso I do artigo 105 do CTB considera que o cinto de segurança é equipamento obrigatório e deixa uma brecha para excetuar, os “veículos destinados ao transporte de passageiro em percursos em que seja permitido viajar em pé”. Por causa deste inciso I do art. 105 do CTB, muitos “chefes” de “poderes” públicos municipais se arvoram, em parceria com empresários, e dão permissão para ônibus urbanos locais transitarem com passageiros em pé ferindo de morte o art. 1.º da Constituição Federal que trata dos PRINCÍPIOS

FUNDAMENTAIS no inciso III que prevê “a dignidade da pessoa humana”, Observe-se que a Constituição Federal no art.30 inciso V prevê de forma bem clara a importância da organização na prestação deste serviço essencial que é o transporte coletivo público local. Logo, ela, a CF não autoriza passageiro transitar em pé. Preconiza este instituto constitucional: Art.30: Compete aos municípios, inciso V: “Organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, os serviços públicos de interesse local, incluído o de transporte coletivo, que tem caráter essencial”. Aduz ainda o art. 175 da CF: “Incumbe ao Poder Público, na forma da Lei, diretamente ou sob regime de concessão ou permissão, sempre através de licitação, a prestação de serviços públicos”.

Lembrando que: “ninguém é obrigado a fazer alguma coisa senão em virtude de LEI”, conforme artigo 5º, inciso II, da Constituição Federal). Transitar em pé e sem cinto de segurança, ultrapassando o limite previsto no ônibus, considerando que tem alguns ônibus locais sem espaço apropriado para transportar o passageiro em pé, causa insegurança, intranquilidade e desconforto para qualquer passageiro que viaje nesta situação. Infringe também a Lei 8.987 que abaixo é objeto de abordagem.

Acresce que essa “cultura” permitindo que o passageiro de ônibus local transite em pé sem respeitar uma quantidade mínima, motivadas pelo inciso I do ART. 105 CTB, termina sendo fruto de uma interpretação que constitui “revelia das regras naturais da sociedade” indo de encontro à prestação de serviço público “de interesse local”, ou seja, da sociedade, que deverá, o serviço, ser prestado ao passageiro de forma ADEQUADA. Ora, criam-se regras, que terminam não favorecendo à sociedade, mas tão somente ao Estado Municipal e empresários do ramo do transporte “público”.

Nessa toada a lei 8.987 de 13/02/1995, estabelece preceitos no seu art. 6.º, abaixo, e vem em socorro da sociedade com transparência e obviedade, clara e patente, definindo o que seja, SERVIÇO ADEQUADO para os usuários: Esta lei sim, está em consonância com os artigos 30, 175 e o artigo 1.º inciso III da Constituição Federal que trata da “Dignidade da Pessoa Humana” no tópico dos DIREITOS FUNDAMENTAIS.

Assim estabelece no seu artigo 6.º: “Toda concessão ou permissão pressupõe a prestação de serviço ADEQUADO ao pleno atendimento dos usuários, conforme estabelecido nesta Lei, nas normas pertinentes e no respectivo contrato.

§ 1º – Serviço ADEQUADO é o que satisfaz as condições de regularidade, continuidade, eficiência, segurança, atualidade, generalidade, cortesia na sua prestação e modicidade das tarifas.

§ 2º A atualidade compreende a modernidade das técnicas, do equipamento e das instalações e a sua conservação, bem como a melhoria e expansão do serviço.

§ 3º Não se caracteriza como descontinuidade do serviço a sua interrupção em situação de emergência ou após prévio aviso, quando:

I – Motivada por razões de ordem técnica ou de segurança das instalações; e,

II – Por inadimplemento do usuário, considerado o interesse da coletividade. :: LEIA MAIS »

O Que somos perante a sociedade! Perdoamos ou somos perdoados!

Você se beneficia imensamente, assim como quem está ao seu redor, quando escolhe.
Quer você precise perdoar outros ou perdoar a você mesmo, ao fazê-lo você liberta-se do
passado e permite-se realize seu verdadeiro potencial. O Perdão permite que você livre-se
de crenças e atitudes limitadas. Ele liberta sua energia mental e emocional para que
assim, você possa aplicá-la para criar uma vida melhor.
O perdão ajuda você a alcançar seus objetivos, mesmo os mais práticos e imediatos.
Talvez você queira um trabalho melhor para ganhar mais dinheiro, queira ter
relacionamentos melhores ou viver em um lugar mais agradável. O perdão ajuda você a
alcançar tudo isto. Se você não perdoou, uma parte de sua energia interna de vida fica
presa ao ressentimento, raiva, dor ou a algum tipo de sofrimento. Essa energia de vida que
está presa irá limitar você. É como tentar andar de bicicleta freando o tempo todo. Isso
atrasa e frustra você, e faz com que seja difícil continuar.
Quando você perdoa, você se torna um melhor marido ou esposa, você se torna um
melhor aluno ou professor, você se torna um melhor empregado ou empregador e você se
torna um melhor pai ou filho. Quando você é capaz de perdoar, você se abre ao sucesso,
seja o que ele significar para você. Conforme você aprende a perdoar, o que parecia
impossível não apenas se torna possível, mas até mesmo mais fácil de alcançar.
À medida que você aprende a perdoar, habilidades que estavam adormecidas dentro de
você irão emergir e você irá descobrir que você é muito mais forte e capaz do que você
imaginava ser. Partes de você que não poderiam florescer no solo frígido da falta de
perdão, irão começar a crescer. Você começará a livrar-se de apertos e dificuldades. Você
encontrará um fluxo fácil e a vida será muito mais prazerosa e muito mais agradável. Se
tudo isso parece exagero, então deixe parecer por agora. Simplesmente pratique os
Quatro Passos para o Perdão que você encontrará nestas paginas e você será muito grato
por ter o feito.

POR ANTÔNIO FERREIRA





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia