50 ANOS DO CURSILHO MASCULINO DA DIOCESE DE ILHÉUS

1º CURSILHO FOI REALIZADO EM 20 A 23 DE MAIO DE 1971

PARTICIPANTES DE ILHÉUS

SACERDOTES:

D. WALFREDO TEPE – PE. JOÃO ARGOLO – PE. JORGE SARAIVA – FREI TIAGO MONFORTS

CURSILHISTAS:

ADELSON SOUZA SANTOS, JOSÉ SOBRAL FILHO,

TÉOFILO SANTA CRUZ SANTOS SILVA, ANANIAS DA SILVEIRA DOREA, ANISIO MATOS DA HORA, BARTOLOMEU MONACO DA CONCEIÇÃO, EDSON JOSÉ LOPES DE OLIVEIRA, PERINTO LUIZ RIBEIRO, GILBERTO OLIVEIRA SABOIA RIBEIRO, LINO ARNULFO VIEIRA CINTRA, JORGE OLIVEIRA LAVINSKY, IGNACIO HAYE, GERSON RAM0S, NELSON DOS SANTOS VIEIRA COSTA, SECUNDINO DARIO CARRBALHAL DACAL, HERMANO DA SILVA BOTELHO, MANOEL SANTOS LEAL, RONALDO DE JESUS SANT’ANA, MANOEL VITAL GESTEIRA, ANTONIO CARLOS PITANGA BRITO CUNHA, MIGUEL DE SOUZA GOMES, ANTONIO RIBEIRO DA SILVA, JOSÉ SILVEIRA MOTTA, LAÉRCIO PINHEIRO DAMÁSIO, ABILIO MANOEL DA SILVA, THEOFILO JOSÉ DO PATROCINIO, JOSEVANDRO RAYMUNDO FERREIRA NASCIMENTO, MARIANO DE ALMEIDA PEREIRA, SABINO SANTOS, GUILHERME JOSÉ ALVES FILHO, GUILHERME ANTONIO CAMPOS BASTOS, BOAVENTURA SANTANA ALVES, MILTON SILVA, JOSÉ RAMALHO RIBEIRO DE SOUZA E GUSTAVO MENDES DA SILVA.

Em fevereiro de 1974 fiz meu primeiro Cursilho de Cristandade, lembro-me perfeitamente que José Silveira Mota, foi o Coordenador. Foi uma experiência formidável, inesquecível, inigualável. A realização de um Cursilho-3-dias ocorre durante três dias – de sexta feira à noite a domingo – onde temos a oportunidade de ouvir a palavra de Deus, refletir e meditar, buscando meios para que possamos colocá-lo em prática. É um momento importante na vida de cada um de nós, a partir da experiência pessoal com Jesus, centro de toda mensagem do MCC, os dias que passamos lá são para uma reciclagem pessoal, espiritual e vivencial. As palestras são muito variadas à respeito da fé, numa cadência própria, que aos poucos as pessoas vão tomando consciência de suas responsabilidades como cristãos. Não se trata de lavagem cerebral como muitos dizem somente quem passa por um Cursilho tem a ideia perfeita sobre o assunto.

Durante estes 37 anos de participação no MCC, considero-me bastante consciente sobre minha tarefa em divulgar o Evangelho, bem como procuro espiritualizar-me a cada dia, bebendo desse poço inesgotável. A espiritualidade é fundamental na vida daquele que realmente faz opção de ser mensageiro.

Já participei de vários aprofundamentos e retiros de silêncio após o Cursilho, que deixaram –me impregnado de conhecimento teológico de amor que Deus nos presenteou para que possamos viver mutuamente amando-nos uns aos outros.

O nosso inesquecível Dom Tepe foi o nosso timoneiro de fé que nos proporcionou aprofundamentos e retiros com palestrantes do quilate de Carmita Overbeck, Roque Shinaider, Dom Romeo, Padre João Mohana, entre outros.

Continuo na caminhada cristã, jamais desistirei, procurando testemunhar Jesus Cristo, sempre renovando meu primeiro Cursilho, aumentando meu amor por Jesus Cristo, através da meditação diária e participando da Eucaristia.

È importante que reconheçamos que devemos conhecer e reconhecer o que Deus depositou em nós. Tudo isso, porém, não para nos vangloriar, mas para assumir a responsabilidade de fazer frutificar essas qualidades para o nosso bem, para nossos familiares e de toda a comunidade.

Disse Jesus: “ Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai, que está nos céus”. Mt. 5,16

Luiz Castro

Participante do Movimento de Cursilhos de Cristandade

Diocese de Ilhéus – Bahia