WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia secom bahia


outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  






:: ‘Economia’

Embasa contrata 150 jovens pelo Programa Primeiro Emprego

O sonho do primeiro emprego virou realidade para 150 jovens oriundos de escolas públicas estaduais. Contratados pela Embasa, por meio do Programa Primeiro Emprego, o grupo vai passar por um treinamento no Senai/Cimatec, onde nesta terça-feira (7), aconteceu a aula inaugural.

BA_PRIMEIRO EMPREGO

Vitória Regina Brandão Santos, 18 anos, que assinou o contrato representando os 150 jovens, não escondeu a felicidade e promete aproveitar a oportunidade.

“Sei que este contrato tem duração de dois anos, mas é minha grande chance e não quero perder. No que depender de mim, vou fazer amizades, me relacionar bem com os colegas e crescer na empresa”, diz a jovem.

Presente no evento, a Secretária do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Olívia Santana, destacou que o programa veio valorizar a escola pública e que se transformou na grande porta de entrada para o jovem conseguir o primeiro emprego.

Olívia contou um pouco de sua história de vida, afirmando que também estudou em colégio público. “Tudo que sou hoje é fruto do meu conhecimento. Quero parabenizar a todos e dizer que este momento aqui é o inicio de um projeto de vida, mas vocês precisam ser determinados para alcançar seus objetivos”, disse, emocianada.

O presidente da Embasa, Rogério Cedraz, destacou a empresa sempre oferece oportunidades para o jovem aprendiz crescer.

“Temos muitos gerentes e chefes de departamentos que começaram como vocês e alcançaram altos cargos. Eu sou um exemplo: comecei na Embasa como estagiário e hoje estou falando como presidente da empresa. Por isso posso afirmar que com esforço pessoal, vocês vão permanecer no mercado de trabalho a partir deste primeiro contato, desta primeira experiência”, destacou Cedraz.

O Programa Primeiro Emprego, lançado pelo Governo do Estado, vai preencher apenas no setor público, 4,5 mil vagas até novembro de 2017 e outras 4,5 mil até novembro de 2018.

Prefeitura de Ilhéus disponibiliza guia na internet para pagamento da TFF

A cada início de ano, empresas, indústrias e prestadores de serviços, devem recolher a Taxa de Fiscalização do Funcionamento (TFF), o conhecido alvará. Para dinamizar a arrecadação da taxa, por parte das pessoas jurídicas e físicas, a Prefeitura de Ilhéus já disponibilizou no portal oficial do município, www.ilheus.ba.gov.br, o download para impressão do Documento de Arrecadação Municipal (DAM). O prazo de vencimento para pagamento da taxa vence no dia 17 de fevereiro.

O gerente de Administração Tributária da Secretaria da Fazenda, Adriano Sales Soares, avisa que o documento para pagamento do alvará de funcionamento pode ser obtido também no setor de Tributos do Município, que funciona no térreo do Palácio Paranaguá, situado na praça J.J. Seabra, centro da cidade. Ele explica que o alvará de funcionamento é a licença que o Poder Público concede para a localização e o funcionamento de estabelecimentos comerciais, industriais e agrícolas, prestadores de serviços, sociedades, instituições e associações de qualquer natureza, vinculadas a pessoas físicas ou jurídicas.

“Vale ressaltar que com a aprovação do Código Tributário Municipal, em dezembro de 2014, cerca de seis mil microempreendedores (MEIs) de Ilhéus ficaram isentos do pagamento do alvará”, lembra Adriano. O gerente de Administração Tributária ressalta que “quem quiser antecipar o pagamento da taxa pode retirar, via internet, a guia de pagamento e comparecer ao setor de tributos a fim de obter o alvará de fiscalização e funcionamento, após sua quitação”. E acrescenta que o pagamento pode ser feito em cota única ou em três parcelas mensais consecutivas.

Rui anuncia tabela de pagamento do funcionalismo público estadual para 2017

Após encerrar 2016 com os salários dos servidores rigorosamente em dia e de seguir horando os pagamentos com os fornecedores, o Governo do Estado acaba de dar mais uma demonstração de compromisso com a manutenção do equilíbrio fiscal e com o funcionalismo público. Na noite desta quarta-feira (11), o governador Rui Costa anunciou – por meio do Twitter (@costa_rui) – a publicação da tabela de pagamento de 2017 dos servidores no Diário Oficial do Estado desta quinta (12).
GOV-BA.

GOV-BA.

Assim como aconteceu no ano passado, os salários serão pagos em lote único, sempre no último dia útil de cada mês, conforme cronograma da Secretaria da Fazenda (Sefaz-BA). Já a segunda parcela do 13º será depositada no dia 20 de dezembro. “Em 2016, pagamos em dia porque cumprimos rigorosamente as determinações para o equilíbrio fiscal. Com muito esforço, faremos o mesmo em 2017”, afirmou Rui.

:: LEIA MAIS »

Comece seu 2017 com um impulso da carreira

O ano novo é a ocasião certa para fazer um novo plano para a sua carreira.

Como todo plano que fazemos nos primeiros dias do ano, há o medo de que uma vez feito o plano, nunca somos capazes de realizá-lo.

Mas para este plano, as coisas serão diferentes: é assim que você pode realizá-lo!

A coisa mais importante que você precisa é informação: quais vagas estão disponíveis, onde, quais são as pesquisas mais freqüentes, onde se candidatar para as oportunidades de emprego.

E se você pode encontrar todas estas informações vitais em apenas um lugar? O seu caminho para o sucesso seria muito mais fácil!

Este é o que você pode encontrar em Jobbydoo: um caminho para um impulso na carreira mais fácil!

:: LEIA MAIS »

Com prazos prorrogados, profissionais das áreas contábeis devem estar atentos ao Bloco K

Você sabe o que é Bloco K? Fradema comenta sobre a parte integrante da EFD, suas obrigações e prazos

Fonte: Fradema

Parte constituinte da EFD, o Bloco K consiste no livro registro de controle de produção e estoque na versão digital. Apresentando uma fiscalização mais rigorosa, a norma contribui para que a Receita Federal tenha um maior acesso a cada operação exercida, como da projeção do estoque de matéria-prima até o produto acabado, bem como a industrialização realizada, o que dificulta a ação de empresas que tentam burlar o Fisco.

Como o objetivo da RFB é abolir a sonegação, as empresas que são idôneas, porém, não apresentam um controle efetivo da produção e estoque, também poderão ser penalizadas. Diante desta realidade é de extrema necessidade que um melhor planejamento seja realizado por parte da área contábil das indústrias, e os mesmos estejam atentos aos novos prazos, afim de não sofrerem duras autuações no futuro.

Os prazos que variam de acordo com o faturamento anual da empresa, sofreram alterações ao decorrer das publicações que falavam a respeito da norma, com isso, os contadores devem se atualizar. Confira as novas datas:

:: LEIA MAIS »

Franceses virão à Bahia para implantação de cooperativa de vinhos na Chapada

Nesta quinta-feira (27), o chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Jeandro Ribeiro, que integra a comitiva do governador na França, foi até a cidade de Bar de Seine para se encontrar com os representantes da cooperativa vinícola Les Ricey, parceira do Governo da Bahia e de produtores de uva para fabricação de vinhos em Morro do Chapéu, município da Chapada Diamantina. Já está prevista a vinda de uma comitiva de produtores da região de Les Ricey à Bahia, em janeiro de 2017, para iniciar a implantação de uma cooperativa na região, nos moldes da francesa.

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

“Conhecer o trabalho da Les Ricey foi uma experiência única. Eles mostraram para a comitiva como é possível produzir e agregar valor à produção de forma integrada, respeitando os interesses da cada cooperado”, comentou Jeandro Ribeiro.
Em março deste ano, foi assinado um novo acordo de cooperação técnica com a Les Riceys, com validade de dois anos. O acordo tem o objetivo de apoiar o desenvolvimento de atividades vitivinícolas na região da Chapada, criando relações e trocas técnicas entre os participantes, além de identificar e arregimentar empresas interessadas em realizar investimentos na Bahia, com o suporte institucional e operacional do governo.
“Essa ideia de fazer um termo de cooperação é fantástica para a gente alavancar o processo de desenvolvimento do estado. A visita foi extraordinária para entendermos a possibilidade de fazermos cooperação”, contou Joelson Ferreira, agricultor familiar da Bahia, que também acompanhou a visita.
O Projeto de Avaliação Técnica e Econômica de Videiras Viníferas e de Culturas de Clima Temperado em Morro do Chapéu definiu a implementação de duas Unidades de Observação. Uma tem vinhedos experimentais a fim de avaliar o desempenho agronômico de videiras destinadas à produção de uvas para a elaboração de vinhos finos. A unidade foi instalada em 2011, com a escolha de dez variedades para o experimento das videiras: Pinot Noir, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot, Tannat, Malbec, Merlot, Syrah, Sauvignon Blanc, Chardonnay e Muscat Petit Grain. O objetivo foi identificar o comportamento das variedades, as que melhor se adaptam às condições de solo e clima da região e resultam num melhor vinho.
De acordo com o experimento, as parreiras tiveram excelente desenvolvimento vegetativo, com destaque para as variedades Syrah e Sauvignon Blanc. As uvas colhidas no final de 2012 foram levadas para o Laboratório de Enologia da Embrapa Semiárido, onde foram processadas para a obtenção dos primeiros vinhos. O desempenho desse experimento tem chamado a atenção de técnicos e alguns grupos empresariais ligados à vitivinicultura. A outra Unidade de Observação é voltada às culturas de clima temperado como a macieira, pereira, pessegueiro, ameixeira, cerejeira e oliveira.

Sicomércio Ilhéus e SENAC, promovem Palestras GRATUITAS para o mês de novembro/2016!

sicomercio

ERG realiza apresentação na maior conferência da indústria de mineração

O Grupo definiu o curso para o desenvolvimento da BAMIN e discutiu as principais tendências tecnológicas

Rio de Janeiro, Brazil. 24th World Mining Congress. Claudio Menezes, Benedict Sobotka, Alberto Vieira e Erik Gaustad.   Foto: Monique Cabral/Argosfoto

Rio de Janeiro, Brazil. 24th World Mining Congress. Claudio Menezes, Benedict Sobotka, Alberto Vieira e Erik Gaustad. Foto: Monique Cabral/Argosfoto

O Eurasian Resources Group (ERG) – um dos maiores produtores de recursos minerais do mundo, esteve presente no 24º Word Mining Congress (Congresso Mundial de Mineração), no Rio de Janeiro. Benedikt Sobotka, CEO do ERG, foi convidado a participar junto com os executivos das empresas AgloAmerican, Vale e o Grupo Votorantim Metals em um painel para discutir sobre o papel da tecnologia e inovação no Setor de Mineração.

Esse ano, pela primeira vez na história, o Congresso Mundial de Mineração (WMC) foi sediado pelo Brasil tendo o IBRAM, associação de mineração do país, como coordenador do evento. Cerca de 900 executivos que representam as operações em 40 países marcaram presença.

Sobotka disse: “Como um campeão mundial no mercado de minério de ferro, o Brasil define prioridades para o desenvolvimento tecnológico do setor. Através do recente acordo com Google e McKinsey, a República do Cazaquistão, outro dos principais produtores mundiais de matérias primas diversas, tem como objetivo tornar-se pioneira no uso da análise de ‘big data’ para melhorar a eficiência de seu setor de mineração. Sendo um grande produtor e exportador de minério de ferro com operações tanto no Cazaquistão como no Brasil, estamos em uma posição única para compartilhar informações entre mercados e temos muita coisa para discutir com nossos parceiros e amigos durante esta significativa reunião global da indústria. ”

:: LEIA MAIS »

Bahia perde meio bilhão de FPE, mas segue mantendo o equilíbrio fiscal  

O Governo do Estado já deixou de receber este ano R$ 509,3 milhões do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e tem enfrentado dificuldades também na arrecadação própria, que vem crescendo abaixo da inflação, mas tem preservado o equilíbrio fiscal e mantido os compromissos em dia com servidores e fornecedores, além de ter melhorado o perfil da sua dívida e ampliado o investimento público em infraestrutura e na área social. Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (13) pelo secretário da Fazenda, Manoel Vitório, em audiência pública na Assembleia Legislativa.

De acordo com o secretário, o resultado do segundo quadrimestre de 2016 relativo ao FPE aprofunda as perdas com o fundo, que foram de R$ 1,05 bilhão entre 2013 e 2015, e contribui para manter a apreensão quanto ao desempenho das finanças estaduais no curto prazo. “O governador Rui Costa vem alertando para as dificuldades crescentes que decorrem sobretudo das perdas substantivas do Estado com as transferências da União”, observou Vitório. Ele lembrou que a Bahia tem sido uma das principais vozes do movimento de estados de fora do eixo Sul-Sudeste que pleiteiam junto ao governo federal a reparação pelas perdas recorrentes nas transferências obrigatórias como o FPE.

Um exemplo dos reflexos que já se fazem sentir é o fato de que os gastos com pessoal do Executivo estadual se mantiveram, no segundo quadrimestre de 2016, no mesmo status do primeiro quadrimestre: acima do limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 46,17% da Receita Corrente Líquida (RCL), mas abaixo do limite máximo, fixado em 48,60%. Em agosto, as despesas com pessoal fecharam em 48,52% da RCL.

De acordo com Manoel Vitório, o Estado ultrapassou o limite prudencial por duas razões: de um lado, as limitações ao crescimento das receitas, e do outro o déficit previdenciário, ou seja, o aporte feito pelo Tesouro Estadual para complementar o pagamento da folha de inativos, que deve ultrapassar os R$ 2 bilhões em 2016 e vem impactando fortemente as despesas de pessoal.

:: LEIA MAIS »

FUNCIONAMENTO COMÉRCIO DE ILHÉUS PARA DIA DA CRIANÇA E COMERCIÁRIO!

SICOMÉRCIO

dia-das-criancas

Prefeitura de Ilhéus convoca mais 112 aprovados no concurso público

O concurso público da Prefeitura Municipal de Ilhéus concluiu mais uma de suas etapas, com o objetivo de reorganizar o quadro de servidores. Segundo informações do secretário de Administração, Ricardo Machado, foram convocados esta semana mais 112 aprovados no último concurso. Entre os convocados estão também professores para a Rede Municipal de Ensino. Ele acentua que as contratações seguem o acordo firmado entre a gestão municipal e Ministério Público (MP).

ilheus-convoca-mais-aprovados-no-concurso-publico_foto-roberto-santos-1

ilheus-convoca-mais-aprovados-no-concurso-publico_foto-roberto-santos-1

Machado explica que, conforme acordo com o MP, por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), à medida que os atuais contratos forem extintos e/ou servidores se aposentarem, extinguindo o vinculo com a Prefeitura, estas vagas serão substituídas pelos aprovados no concurso. “Nesta última seleção pública tivemos um total de 523 aprovados. Já convocamos aproximadamente 230 novos servidores, a maior parte deles nas áreas de Saúde e de Educação, porque nestes setores temos o maior número de contratados”, relata.

O secretário afirma que esta semana, também serão chamados cerca de mais 110 candidatos aprovados na área da Saúde, e que a Administração municipal está preparando, em breve, a convocação para o setor de Educação, assim que terminarem os contratos que ainda estão em vigência. “Os convocados têm um prazo para se apresentarem pessoalmente, munidos de todos os documentos. A partir dai, eles passam uma inspeção médica e, em seguida, dá-se início à contratação. É preciso que aqueles que foram chamados fiquem atentos aos prazos”, alerta o secretário.

Ricardo Machado estima que até o final desta gestão, serão convocados aproximadamente mais cerca de servidores 100 para a Secretaria de Educação. “Com a finalização dos contratos atuais, nós vamos chamar os concursados. Estamos adotando todas as medidas para que seja cumprido o TAC com o MP. Recebemos a folha de pessoal da Prefeitura, no início da gestão, comprometendo 70% do orçamento. Trabalhamos para reduzir esse índice e atender à Lei de Responsabilidade Fiscal. O município teve que adotar algumas medidas necessárias para ajustar essas questões. Por esse motivo só conseguimos realizar o concurso público em 2016”, concluiu.

Movimento no Terminal Pesqueiro de Ilhéus aumenta 30% no 1º semestre

A demanda dos pescadores por serviços no Terminal Pesqueiro Público de Ilhéus (TPPI) cresceu cerca de 30% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. O espaço, construído pela Bahia Pesca (empresa vinculada à Secretaria de Agricultura da Bahia) com recursos estaduais e federais, foi utilizado por mais de 80 embarcações entre janeiro e junho deste ano, um aumento de cerca de 25% em relação aos mesmos meses do ano passado. Estes barcos desembarcaram cerca de 145 mil quilos de pescado, número 30% maior em comparação ao primeiro semestre de 2015.

TERMINAL PESQUEIRO DE ILHÉUS

TERMINAL PESQUEIRO DE ILHÉUS

O presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Júnior, explica que “este aumento na procura pelos serviços reflete a importância do terminal para a pesca na região sul do estado. Ao desembarcar os pescados aqui, os pescadores reduzem seus custos ao comprar óleo diesel subsidiado, gelo mais barato, além de poderem agregar valor aos produtos utilizando nosso espaço de beneficiamento de pescado”. No terminal, os profissionais da pesca encontram ainda um píer de atracação e área para venda dos produtos.

A Bahia possui o maior litoral do Brasil, com 1.200 quilômetros de costa e 60 bilhões de metros cúbicos de águas continentais aptas ao uso para produção de pescado. “Diante da vocação e potencial para expandir cada vez mais a atividade, o Governo do Estado vem empreendendo e intensificando ações para estruturar a cadeia pesqueira e tornar a Bahia autossuficiente na produção de pescado”, declara o secretário da Agricultura, Vitor Bonfim.

Benefícios

Uma parceria entre Bahia Pesca e o Ministério da Agricultura permite aos pescadores abastecerem suas embarcações dentro do TPPI com óleo diesel subsidiado, com desconto de 17%. “Neste primeiro semestre a venda do combustível cresceu 30% em comparação ao mesmo período do ano passado, atingindo a marca de 170 mil litros de óleo comercializados. Isto significa mais economia para o pescador e, consequentemente, um aumento em sua renda”, complementa o gestor.

Além destes serviços fixos, o terminal pesqueiro ainda recebe programações voltadas a melhorias na qualidade do trabalho e na produtividade dos pescadores, como a doação de embarcações e equipamentos de proteção individual, cadastro em programas sociais e de crédito dos governos estadual e federal e emissão de DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf, indispensável para acesso à políticas públicas como as de habitação rural, por exemplo).





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia