por Chico Andrade

 Chico Andrade

Chico Andrade

Há algum tempo, comparei Ilhéus a um avião. Se a cidade fosse um avião, o que seria? Seria uma aeronave cujas ferrugens lhe tirariam a possibilidade de voar, esquecida em um pátio qualquer de algum aeroporto medíocre? Ou seria uma moderna aeronave capaz de voar alto e levar seus passageiros ao destino desejado? Passado o pleito de outubro de 2012, e entregue as batatas ao vencedor, me preocupei com a temperatura do tubérculo, queridos leitores. Assim como todos os que amam Ilhéus, acreditei que um piloto, com uma batata tão quente nas mãos, poderia não pilotar o avião de forma adequada.

Entretanto, no primeiro artigo que vos escrevo em 2013 analiso a decolagem adequada realizada por Jabes Ribeiro. O ex, atual e futuro prefeito de Ilhéus tomou a atitude correta. Deu um choque de gestão no município, tomou iniciativas para reestabelecer a credibilidade política de Ilhéus frente ao estado e ao país, reorganizou a estrutura administrativa, reestabeleceu serviços básicos e demonstrou, através de inúmeras medidas, que dispõe de um conjunto consistente de elementos políticos, culturais, econômicos, sociológicos e educacionais para reconduzir ilhéus em direção á trilha do progresso econômico e social.

A tarefa de Jabes será tão árdua quanto hercúlea. O prefeito precisará por fim á anos de inércia e imobilismo que marcaram uma gestão dominada pela ação de carbonários que contristaram a sociedade e geraram uma quantidade inesperada de turbulências durante o último voo. Decolar bem já representa uma vitória sem precedentes em nossa história. Jabes e sua equipe poderão contar com o dinamismo de vereadores com o jovem Rafael Benevides, que legislará de forma competente objetivando orientar o executivo na tarefa de impulsionar os indicadores econômicos e sociais, muito embora esbarre na total ausência de deputados e deputadas da cidade que logrem êxito e possuam a necessária competência para representar os ilheenses.

Assim, me é possível avaliar que a decolagem de janeiro superou as expectativas. Uma vez que a população e os diversos setores de nossa sociedade colaborem, a decolagem bem feita pode gerar um voo com poucas turbulências, cujo destino será um pouso seguro em um aeroporto cujo ineditismo do progresso marcará o início de novos tempos.


Chico Andrade é cientista Geógrafo, escritor, professor e cientista político.