WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa secom bahia embasa


junho 2021
D S T Q Q S S
« maio    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  






:: ‘Agricultura’

Secretário da Agricultura discute ações do programa de manejo do Eucalipto

Parte das ações do Programa Fitossanitário de Controle da Lagarta Parda na Bahia, um conjunto de medidas de manejo dessa praga nas plantações de eucalipto no sul e extremo sul do Estado, foram tratadas pelo Secretário da Agricultura, Vitor Bonfim com a Comissão Técnica Regional (CTR), nesta quinta-feira (3). A comissão, liderada pela Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Seagri, já atua na execução desse plano com técnicos em campo. O controle biológico da Lagarta Parda está sendo feito através do inseticida à base de Bacillus thuringiensis, específico para lagartas, não oferecendo risco à saúde do homem e animais. O encontro aconteceu no Parque de Exposições de Salvador, durante a 28ª Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), que segue até o próximo domingo (6).

FOTO HECKEL JUNIOR SEAGRI

FOTO HECKEL JUNIOR SEAGRI

De acordo com o secretário Vitor Bonfim, “a secretaria, em consonância com a Adab, está empenhada em apoiar os produtores, participando de forma intensiva no controle da lagarta, já que a silvicultura é uma atividade de extrema importância para a produção agrícola e economia do Estado. Apesar de não atingir apenas o eucalipto, os danos estão sendo mais significativos nesta cadeia”. Mesmo em tempos de crise financeira, o setor de base florestal continua contribuindo com índice de crescimento acima de 5% no Estado. A Bahia possui 671 mil hectares de área plantada, e estima-se que esse segmento emprega 323 mil trabalhadores, sendo 40 mil diretamente e 182 mil de forma indireta.

:: LEIA MAIS »

Glória recebe Encontro Territorial Sobre Aquicultura e Pesca

A palestra sobre “Licenciamento Ambiental da Piscicultura”, que será ministrada por técnicos da Bahia Pesca nesta segunda-feira (dia 7) para os piscicultores do território de Itaparica, tem nova sede. O evento acontecerá na Câmara de Vereadores de Glória (e não em Abaré, como havia sido divulgado inicialmente). A aula acontecerá às 10h e faz parte da programação do Encontro Territorial Sobre Aquicultura e Pesca que a Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, realiza no município.
“Faremos um panorama completo sobre os conceitos mais importantes no plano de licenciamento, legislação, tipos de estudos, projetos e procedimentos, dentre outros tópicos que ajudarão quem pretende empreender no segmento”, explica o assessor da presidência da Bahia Pesca, Anttônio Almeida Júnior.
Encontro Territorial
O Encontro Territorial Sobre Aquicultura e Pesca reunirá na Câmara pescadores e piscicultores das cidades de Paulo Afonso, Glória, Rodelas, Chorrochó e Abaré. O evento terá início às 8h15 e apresentará ao público as principais ações e serviços que a Bahia Pesca oferece no território de Itaparica. “Abordaremos principalmente nossos trabalhos com assistência técnica, para incentivar que os piscicultores que precisem de auxílio nos procurem, além de nossa atuação no cadastramento dos pescadores em programas de crédito e apoio social dos governos federal e estadual”, afirma o presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Júnior.
A programação contempla ainda uma apresentação sobre a Chamada Pública de Assistência Técnica e Extensão Rural da Bahia Pesca, informações sobre a emissão de Registro Geral da Pesca, Declaração de Aptidão ao Pronaf e CadCidadão e debates com o público.
ASCOM BAHIA PESCA

C O N V I T E

SINDICATO RURAL DE ILHÉUS

RUA EUSTÁQUIO BASTOS, 196 – CENTRO ILHÉUS – BAHIA

TEL: (73)3634-8923  e-mail: sindruralilheus@gmail.com

 

C O N V I T E

 

O Sindicato Rural de Ilhéus vem convidá-lo para a solenidade de encerramento do Programa Pro Senar Cacau, com entrega de Certificados, a Posse da Nova Diretoria do nosso Sindicato Eleita no dia 30.11.2015, para o Triênio 2015/2018 e a Confraternização de encerramento dos trabalhos de 2015.

Atenciosamente

A Diretoria

DIRETORIA

Efetivos                                                                              Suplentes

MILTON ANDRADE JUNIOR                                 MARCELO GODINHO MIAZATO

ISIDORO LAVIGNE GESTEIRA                               ANISIO MATOS DA HORA FILHO

MÁRIO BUNCHAFT                                              ALDO PINHEIRO BARBOSA

CONSELHO FISCAL

Efetivos                                                                              Suplentes

JOSÉ CARLOS SOARES DE ASSIS                          ANTONIO AMOIM DE CARVALHO

ALBERTO CHICOUREL ALBAGLI                           LUIZ  HENRIQUE UAQUIM DA SILVA

FERNANDO BOTELHO LIMA                                 PEDRO SPINOLA

DELEGADOS  REPRESENTANTES

 

Efetivos                                                                              Suplentes

MILTON ANDRADE JUNIOR                                                MÁRIO BUNCHAFT

 

Secretário da Agricultura discute com produtores de mamão fortalecimento da cadeia

 O secretário da Agricultura da Bahia, Vitor Bonfim, esteve reunido nesta quarta-feira (3), em seu gabinete, instalado no Parque de Exposições de Salvador, durante a 28ª edição da Feira Internacional da Agropecuária da Bahia (Fenagro), com o diretor presidente da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Papaya (Brapex), Ulisses Brambini. O objetivo do encontro foi discutir algumas demandas da cultura do mamão na região do extremo sul, entre as quais a necessidade de apoio ao controle de viroses, a exemplo da meleira; criação de programa de incentivo à exportação, com ações de promoção do mamão da Bahia no exterior e estímulo ao consumo.
FENAGRO 2015 - FOTO HECKEL JUNIOR SEAGRI

FENAGRO 2015 – FOTO HECKEL JUNIOR SEAGRI

De acordo com o secretário Vitor Bonfim, o governo do Estado vai direcionar atenção especial para regiões com pouca participação no Produto Interno Bruto (PIB), e grande potencial de crescimento. “A Seagri está empenhada em aumentar a produtividade nessas regiões, agregar valor ao produto, e um dos caminhos para isso, é o incentivo à industrialização. A secretaria já prioriza a atração de agroinvestimentos para o Estado, e a intenção é que essa política seja intensificada”, disse.
Segundo Brambini, grande parte da produção é comercializada in natura, e a outra parte poderia ser melhor aproveitado. “A região do extremo sul tem potencial para trabalhar com o produto concentrado, e existe inclusive uma demanda internacional”, explica.  Além disso, ele chama atenção para necessidade de investimento em pesquisas direcionadas ao melhoramento genético que possibilite novas cultivares e melhorias em brix, calibre, resistência a doenças, entre outros fatores. “Recebemos o apoio da Embrapa de Cruz das Almas para encontrar o melhor cultivar para a região, mas precisamos intensificar essas pesquisas para aumentar a produção e produtividade. A produção do mamão acontece durante todo o ano, e esse setor produtivo possui grande potencial desenvolvimento”, ressaltou Brambini.
Produção de mamão
Responsável por 45% da produção de mamão do Brasil, a Bahia é o maior produtor nacional e segundo maior exportador, sendo referência internacional em qualidade e condução das lavouras. O extremo sul é a região que mais produz a fruta no Estado, com 683 mil toneladas ao ano e 6.500 ha de área plantada.  A atividade emprega em média dois trabalhadores por hectare. O mamão é produzido em nove municípios da região, com destaque para os tipos havaí, papaya, golden e formosa. A fruta também é cultivada nos municípios de Luís Eduardo Magalhães, Barreiras, Cocos e São Félix do Conde. A comercialização com outros países movimentou, em 2014, mais de U$9 milhões na Bahia, segundo informações da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). A fruta é exportada para a Europa, Estados Unidos, Canadá e Emirados Árabes, e chega a 48 países.

Fenagro 2015

Seagri e Desenbahia incentivam o avanço do agronegócio na Bahia

 Com o objetivo de estimular o agronegócio no Estado, a Secretaria da Agricultura da Bahia (Seagri), em parceria com a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), apresenta soluções financeiras para o empresário, através de palestra do gerente comercial, Marko Svec, e do gerente de negócios, Renato Freitas. A palestra faz parte da programação da 28ª edição da Fenagro, e será realizada no Parque de Exposições, nesta sexta-feira (4), às 14h. “Uma das principais finalidades da palestra é congregar os diversos setores do agronegócio, levando conhecimentos ao agricultor”, destaca o gerente de negócios da região metropolitana, Renato Freitas.
Maior evento agropecuário do Norte/Nordeste e uma das cinco maiores do País, a Fenagro é uma realização da Central das Exposições, representada pela Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (Accoba). O evento é promovido em parceria com o governo do Estado, através da Secretaria da Agricultura (Seagri), que apresenta as novidades de 19 cadeias produtivas, além dos serviços do Centro Tecnológico da Agropecuária, e através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que está promovendo a Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Febafes), dentro da programação da Fenagro. O evento tem ainda o apoio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Caixa Econômica Federal (CEF), Banco do Brasil (BB) e Desenbahia. A expectativa é que o evento movimente R$ 100 milhões em negócios, atraindo público de mais de 100 mil pessoas.
Além disso, a palestra também vai apresentar informações de como o empresário pode obter crédito através da Desenbahia, com taxas atrativas e cabíveis em seu orçamento, como forma de agregar o seu negócio. “Nossa principal meta é impulsionar o agronegócio, um dos setores da economia de maior relevância no Estado”, ressalta Renato Freitas.

Café da Chapada Diamantina é destaque em leilão internacional

FOTO HECKEL JUNIOR SEAGRIDezoito sacas de cafés especiais foram leiloadas nesta terça-feira (1), via internet, cada uma arrematada por R$9.575, no pregão disputado por compradores da América do Norte, Europa, Ásia e Oceania. Os cafés foram provenientes de 22 lotes premiados do Cup of Excellence – Pulped Naturals 2015, maior concurso de cafés do mundo, vencido pelo café Rigno, da região de Piatã, na Chapada Diamantina. O leilão internacional online é realizado uma vez por ano.
O estande do café Rigno, campeão pela segunda vez consecutiva do concurso de qualidade de cafés, montado na Feira Internacional da Agropecuária da Bahia (Fenagro), realizada até o próximo domingo (6), no Parque de Exposições de Salvador, recebeu nesta terça-feira (1) a visita do secretário da Agricultura do Estado, Vitor Bonfim. “O café baiano é um dos mais premiados do Brasil, está entre os melhores do mundo, e cada vez mais ganha visibilidade no mercado internacional. O estande Rigno na Fenagro cumpre o papel mostrar ao público como é produzido o café com qualidade diferenciada”, ressaltou o secretário.
O concurso destinado a cafés cerejas descascados e/ou despolpados do Brasil é realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE), além de contar com o apoio do Sebrae.

CEPLAC / CLASSIFICAÇÃO DE CACAU DESFALCADA

Ontem, às 15 horas, a nossa barca  foi avisada que o colega e amigo  VANILDO BISPO SILVA subiu para a SEARA do PAI.

Repentinamente me vejo assistindo um “filme” que tem seu início  lá na EMARC (1974) e, depois, durante anos e anos no Escritório Local de Ilhéus (CEPLAC), mais especificamente na Divisão de Controle de Qualidade. O Serviço de Classificação de Cacau era a nossa praia  e o que nos enchia de orgulho era saber que éramos a “cara” da instituição no exterior. Nos orgulhávamos disso.

Sebinho (EMARC) e Binho (SECOQ) era altamente preparado culturalmente. Nos deu várias aulas sobre os mais variados temas.

Figura simples, caráter ilibado, bom colega, bom amigo. Sobe para o PAI exatamente como um exemplo de profissional dedicado, incorruptível, solidário, bom parceiro … Sinto, daqui, que a barca está em orações …

O velório está acontecendo no SAF (Av. Itabuna).

O sepultamento será no cemitério São João Batista (Barreira/Pontal).

Horário está sendo definido.

 Vanildo Bispo Silva

Vanildo Bispo Silva

LUTO

Beijão, Binho! …  e até qualquer hora dessas…

Rabat & Banda

 

Rui mantém Parque de Exposições aberto para realização da Fenagro

O governador Rui Costa determinou que o Parque de Exposições de Salvador continue aberto para garantir o funcionamento da Fenagro 2015, após a Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) interditar o evento nesta segunda-feira (30). “A Secretaria de Agricultura do Estado intermediará o diálogo entre a organização do evento e o município para que os entraves sejam desfeitos. O mais importante é que seja estabelecido um acordo para não prejudicar o agronegócio baiano”, disse o governador.
Até que o alvará exigido pela Prefeitura seja liberado, o Parque de Exposições continuará aberto para a continuidade da feira, que deve deve movimentar cerca de R$ 100 milhões na economia baiana até o próximo domingo (6).

 

Inaugurada exposição fotográfica 120 anos da Seagri durante a Fenagro

O governador da Bahia, Rui Costa, e o secretário da Agricultura do Estado, Vitor Bonfim, inauguraram, na noite deste domingo (29), na 28ª edição da Feira Internacional da Agropecuária da Bahia (Fenagro), a exposição fotográfica que marca os 120 anos da Seagri e revela a riqueza da agropecuária baiana. As imagens retratam as cadeias produtivas potenciais na Bahia, a exemplo da ovinocaprinocultura, bovinocultura, cacau/chocolate, fruticultura e pesca, demonstrando um pouco do que tem sido feito para transformar a agropecuária baiana numa das mais fortes do País.  A Fenagro teve início no último sábado (28), e segue até domingo (6), no Parque de Exposições de Salvador.
FENAGRO 2015 - FOTO HECKEL JUNIOR SEAGRI

FENAGRO 2015 – FOTO HECKEL JUNIOR SEAGRI

 Ao longo de sua estruturação desde 1895, a Seagri vem cumprindo a finalidade de formular e executar políticas públicas de desenvolvimento da agropecuária. A secretaria atua para fortalecer e expandir o segmento, com ações capazes de fixar o homem no campo com condições dignas, dinamizar e impulsionar a economia do Estado, gerando emprego e renda. Atualmente o setor representa 24% no Produto Interno bruto (PIB) baiano, gera aproximadamente 30% dos empregos e 42% das exportações do Estado.
Por meio da Lei n°115, de 16 de agosto de 1895, nasce a Secretaria da Agricultura, Viação, Indústria e Obras Públicas. Durante o governo de Joaquim Manuel Rodrigues Lima (1892-1896), assume Arlindo Fragoso (1895-1896). Desde então, 34 secretários estiveram no comando da secretaria que hoje recebe a nomenclatura de Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), e mais recentemente, passou a ser chefiada pelo então secretário, Vitor Bonfim.
Fenagro

:: LEIA MAIS »

Rui abre Fenagro e Feira da Agricultura Familiar neste domingo

Rui_Feira_Mateus Pereira_GOVBA

Rui_Feira_Mateus Pereira_GOVBA

O governador Rui Costa participa, neste domingo (29), às 15h, no Parque de Exposições de Salvador, da abertura oficial da 28ª edição da Feira Nacional da Agropecuária (Fenagro) e da VI Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Febafes). A expectativa dos organizadores é que sejam movimentados aproximadamente R$ 100 milhões em negócios e atraídos 100 mil visitantes ao evento realizado na capital baiana.

Com 150 estandes de cooperativas e associações, praça de alimentação, praça de comunidades e povos tradicionais, espaço de produtos orgânicos e espaço cultural, a Febafes é promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e pela União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes). O objetivo da Febafes é promover, divulgar e comercializar diversos produtos da agricultura familiar, com destaque para a cerveja de umbu, linguiça de tilápia, licuri caramelizada, entre outros. O número de estandes dobrou em relação ao ano passado, de acordo com a SDR.
A Fenagro é uma realização da Central de Exposições, representada pela Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (Accoba). Na programação deste ano, além dos tradicionais leilões e exposição de animais, a Secretaria de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) irá apresentar cadeias produtivas, como algodão, borracha natural, cacau/chocolate, café, cana/etanol, carne, charuto, coco, sisal, dendê, flores, leite, entre outras.
A 28º edição da feira vai acontecer de 28 de novembro a 6 de dezembro, das 8h às 22h, no Parque de Exposições de Salvador. Os ingressos custam R$ 5. Crianças até 12 anos não pagam. Funcionários públicos têm gratuidade mediante comprovação. Mais informações pelo telefone (71) 3286-7314.

Almoço com imprensa lança Fenagro 2015

Feira da Agropecuária da Bahia gera negócios que vão de comercialização de produtos artesanais a animais com qualidade genética

Consolidada como maior feira agropecuária do Norte/Nordeste, a Fenagro – Feira Internacional da Agropecuária da Bahia, acontece entre os dias 28 de novembro e 6 de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador. Responsável por encerrar o calendário de feiras agropecuárias do Brasil, a expectativa nesta 28ª edição da Fenagro é movimentar aproximadamente R$ 100 milhões em negócios, com exposição de mais de 6 mil animais, e atrair 100 mil pessoas durante o evento. O evento será lançado nesta terça-feira (24), às 12 h, no Restaurante Fogo de Chão, durante almoço com jornalistas convidados.

Uma das cinco maiores do País, a Fenagro é uma realização da Central das Exposições, representada pela Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (Accoba). O evento é promovido em parceria com o governo do Estado, através da Secretaria da Agricultura (Seagri), que apresentará as novidades de 19 cadeias produtivas, além dos serviços do Centro Tecnológico da Agropecuária, e através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que organiza, dentro da Fenagro, a Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Febafes). A Fenagro tem ainda o apoio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Caixa Econômica Federal (CEF), Banco do Brasil (BB) e Desenbahia.

Num cenário que aproxima os visitantes da simplicidade da vida no campo, aliado à força da agropecuária da Bahia, a Fenagro agrega em sua programação atrações culturais, festival gastronômico, espaço kids, salão internacional, feira de adoção de pequenos animais, torneio leiteiro, provas desportivas, curso de formação e capacitação, entre outras.

:: LEIA MAIS »

Bahia Pesca e UFRB apresentam pesquisa sobre larvas de tambaquis

Uma pesquisa realizada por estudantes da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em parceria com a Bahia Pesca, vinculada à Secretaria da Agricultura do Estado, identificou as melhores estratégias alimentares para o desenvolvimento de pós-larvas de tambaquis, peixe de água doce e escamas, também mais conhecido como Pacu Vermelho. O estudo foi apresentado ao público durante a Feira Nacional do Camarão (Fenacam), que aconteceu entre os dias 16 e 19 de novembro, em Fortaleza-CE.

“As altas taxas de mortalidade relacionadas a fatores nutricionais têm comprometido a larvicultura da espécie, com impactos negativos na piscicultura. Os resultados obtidos pelos estudantes, com o apoio da Bahia Pesca, são essenciais para um aumento na produtividade e rentabilidade dos piscicultores”, explica o gerente de operações da Bahia Pesca, Antônio Laborda.

Para estabelecer protocolos nutricionais mais eficientes e que resultem em maior taxa de sobrevivência das pós-larvas, os pesquisadores da UFRB testaram, na estação de piscicultura da Bahia Pesca em Pedra do Cavalo (no município de Cachoeira), diferentes tratamentos com alimentação inicial. Para avaliar o desempenho zootécnico das pós-larvas foram testados tratamentos com ração (com 55% de proteína bruta), fertilização (farelo de trigo, uréia e superfosfato simples) e fertilização com ração.

Os resultados mostraram que as pós-larvas apresentaram um melhor desempenho zootécnico nos tanques tratados com fertilização inorgânica ofertada por duas semanas. Nesses tanques ocorreu a produção de alimento natural endógeno (plâncton) suficiente para atender às necessidades nutricionais das pós-larvas no período em que a pesquisa foi desenvolvida (seis semanas).

Desta forma, os dados obtidos até o momento indicam que as pós-larvas apresentam um melhor desempenho zootécnico quando o alimento vivo está disponível em grandes quantidades. “Outros estudos estão sendo conduzidos através dessa parceria com a Bahia Pesca a fim de estabelecer um protocolo para a oferta de alimento inicial que proporcione uma maior taxa de sobrevivência das pós-larvas e consequentemente a redução nos custos de produção”, afirma o professor da UFRB e orientador do trabalho, Moacyr Serafim Junior.

Além do orientador, a equipe de pesquisadores é formada também pelos alunos do curso de engenharia de pesca Julliana de Castro Lima, Antonio Araujo Mendez, Rodrigo Ramalho Portela e Thales de Sá Lima, e pela aluna de biologia Thaís Aline da Silva dos Santos.





















WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia